Gestão de Qualidade em Tempo Real
Curiosidades

A importância da Consultoria Técnica no restaurante


O mercado de alimentação fora de casa é uma das opções mais escolhidas pelas pessoas que, por conta da correria do dia a dia, não conseguem se alimentar no lar ou fazer suas próprias refeições.

Conhecidas pela grande variedade de cardápios e preços, as redes de Food Service têm demonstrado grande preocupação com qualidade, segurança e valor nutricional das refeições que servem. Por isso, a presença de uma consultoria técnica no restaurante é fundamental para valorizar o segmento e disseminar a Cultura de Segurança de Alimentos na comercialização dos seus pratos.

Quais são as responsabilidades de uma Consultoria Técnica em um restaurante?

quais-sao-as-responsabilidades-do-consultor-em-um-restaurante

O consumo do brasileiro em restaurantes e bares aumenta a cada ano a uma taxa de 14,7% ao ano, de acordo com dados da ABIA (Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação). Ainda, segundo a ABIA, o mercado atingiu ganhos de R$ 116,5 bilhões em 2013.

Para acompanhar esse crescimento, os procedimentos e regulamentações do segmento também tiveram de se aperfeiçoar e primar pela execução de melhores práticas em manuseio de alimentos, segurança, logística e comercialização de alimentos. O objetivo é oferecer mais qualidade nos serviços de alimentação.

Sendo assim, a contratação de uma consultoria técnica é parte estratégica para o crescimento dos negócios de maneira legal e empreendedora, já que este profissional é responsável pela implantação, condução e execução de todas as etapas para a realização das refeições.  Além disso, ele também deve assumir um papel didático, uma vez que precisa compartilhar seu conhecimento técnico com todos os envolvidos em um restaurante.

Entendendo os processos

entendendo-os-processos

A prioridade da consultoria técnica em um restaurante é prezar pela segurança de alimentos e a higiene em vários aspectos. Isso inclui a atenção para que não ocorram casos de contaminação alimentar e também a coordenação da conduta de higiene, tanto pessoal, como na manipulação dos alimentos.

Para fazer com que esses processos ocorram da melhor forma possível, alguns pontos são primordiais. Entre eles:

  • Agir com a prevenção de riscos de contaminação de alimentos e monitorar os desperdícios de alimentos e de itens utilizados no trabalho;
  • Incentivar e promover o cumprimento das Boas Práticas de Fabricação para Manipuladores de Alimentos. Isso significa estimular a arte de cozinhar seguindo protocolos contra o desperdício, com base na conservação dos alimentos, na proteção à saúde dos colaboradores e clientes;
  • Analisar a infraestrutura do restaurante para estudar possíveis reajustes que facilitem o fluxo de pessoas e alimentos e ainda evitem a contaminação cruzada;
  • Supervisionar o processo operacional do preparo dos alimentos quanto à higiene pessoal, assim como coordenar atividades de treinamento em Boas Práticas de Manipulação de alimentos;
  • Instaurar e gerir o controle logístico de matéria prima, otimizando o recebimento, a conservação e o descarte dos itens de forma segura e econômica. Ainda dessa forma, contribuindo para o cumprimento do PVPS ( Primeiro que vence – Primeiro que sai)

Provavelmente, muitos não tinham ideia da importância estratégica e regulatória de ter um consultor atuando no ramo de Food Service, mas depois de elencar suas funções, já fica mais fácil entender o papel que este profissional tem nos bastidores para o bom preparo de refeições.

E você? Já tem ou pensou em abrir um restaurante ou Fast-Food?

{{cta(‘a3ca11fb-b06b-4313-816f-e891ad8dd678’)}}

Compartilhe abaixo qual sua experiência em contratar uma Consutoria Técnica para seu estabelecimento.

CTA Sistema Trofitic Chef
Curiosidades
Gestão de resultados: não se gerencia o que não se mede!
Curiosidades
Como nasce uma equipe vencedora
Documentação
Saiba quais são os registros obrigatórios em um restaurante