Gestão de Qualidade em Tempo Real
Alimentos

Veja como melhorar o controle de custos dos alimentos


VEJA COMO MELHORAR O CONTROLE DE CUSTOS DOS ALIMENTOS

Quem tem um estabelecimento sabe que não é fácil administra-lo. Em tempos de crise, é preciso ter mais atenção e cuidado em cada detalhe e, claro, procurar diminuir os gastos de forma a não interferir na qualidade do serviço que você oferece. Quem tem um restaurante precisa ter controle de tudo, afinal, organização é a chave para o sucesso de um negócio.

Para te ajudar nessa delicada missão, selecionamos algumas estratégias para você organizar da melhor maneira os custos dos alimentos em seu restaurante e dar um upgrade em seu negócio. Continue lendo para descobrir!

Como não errar na administração do seu restaurante

COMO NÃO ERRAR NA ADMINISTRAÇÃO DO SEU RESTAURANTE

Em primeiro lugar, é importante escolher fornecedores que estejam mais perto de você, desta maneira, comparar os preços e realizar a negociação ficará muito mais fácil.

A segunda dica é fazer um levantamento minucioso do seu estoque antes de proceder com o seu pedido. Sabe por quê? Se você não verificar quais produtos já tem, acabará repetindo compras que você possa já ter feito anteriormente – o que deixará seu estoque em excesso, sem necessidade.

Uma sugestão é escalar diversos funcionários para fazer o levantamento do seu estoque, pois quando apenas uma pessoa faz esse serviço, a possibilidade de furtos é muito maior. Portanto, selecione funcionários diferentes e de confiança. Além disso, não se esqueça de utilizar balanças para conferir e medir as pesagens dos alimentos. Evite medidas com xícaras, colheres, entre outras formas imprecisas de medição.

Lembre-se! Os alimentos que tiverem um custo mais elevado deverão ser vistos com mais cuidado. É importante verificar o peso de cada porção, pois assim você evitará os excessos, desperdícios e possíveis desvios por parte dos funcionários.

Por fim, temos uma questão delicada, mas é de extrema importância para manter o seu controle. Verifique o consumo da refeição de seus funcionários, por exemplo: caso eles façam a refeição no buffet, diga exatamente o que eles podem consumir. Os itens mais caros, você pode sugerir que eles paguem um valor por isso, para não haver prejuízo no estabelecimento. Agora, se a refeição for oferecida em refeitórios, fique de olho no volumo de produção para não haver nenhum desperdício.

Ah, e verifique todas as entregas feitas! Todos os itens deverão ser compatíveis com a quantidade mostrada na Nota Fiscal e com a qualidade esperada.

Dica extra: para estreitar laços maiores com seus funcionários, compartilhe suas metas e desempenhos. Sabia que o conhecimento é extremamente motivador? Faça isso e mantenha um ambiente de trabalho agradável a todos.

Você já utiliza algumas dessas estratégias no seu restaurante? Implantaria mais alguma dica para aprimorar o controle de custos? Já teve algum problema relacionado a isso? Conte para nós, pois queremos saber sua opinião! Ah, e não se esqueça de seguir nosso blog para ficar por dentro de tudo sobre restaurantes!

CTA Sistema Trofitic Chef
Alimentos
Os registros de temperatura e limpeza para tomada de decisão
Alimentos
A carga horária ideal para o treinamento dos manipuladores de alimentos
Alimentos
Exames obrigatórios para manipuladores de alimentos